Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

terça-feira, 22 de julho de 2008

Timor-Leste: Parceiros de desenvolvimento dão «luz verde» a estratégia para combater pobreza

Díli - O programa do Governo timorense para combater a pobreza no país, com a economia a crescer 7% até 2010, foi esta terça-feira avalizada em Díli pelos parceiros de desenvolvimento, no final de um encontro de dois dias.Segundo uma nota do gabinete do primeiro-ministro timorense, a estratégia de Díli para combater a pobreza no país foi «bem acolhida» pelos parceiros de desenvolvimento, Organiozação das Nações Unidas (ONU) e Banco Mundial, co-organizador da reunião que hoje terminou.Os parceiros avalizaram a estratégia de combate à pobreza «e calculam que, se o plano for totalmente executado, deverão ser criados para cima de dez mil postos de trabalho», lê-se no documento.De acordo com a mesma fonte, os representantes da comunidade internacional destacaram os avanços conseguidos no sentido da concretização do Plano de Desenvolvimento Nacional e dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.«Para combatermos a pobreza em Timor-Leste temos de fazer crescer a nossa economia para lá dos 7%», afirmou o primeiro-ministro timorense no discurso de abertura dos trabalhos da 6/a edição do encontro de Timor-Leste com os parceiros de desenvolvimento.A estratégia do Executivo timorense assenta no reforço do investimento público, que no ano fiscal de 2006/07 ascenderá a um total de 82 milhões de dólares. «Trata-se de um aumento de 75,5%», destacou Fontes Governametais. A quase totalidade destas despesas será canalizada para projectos de infra-estruturas, nomeadamente reabilitação e construção de escolas e de centros de saúde, estradas, saneamento, electricidade e água.Parte das despesas deverá vir a ser executada por empresas estrangeiras, «que, no entanto, serão convidadas a empregar uma percentagem considerável de trabalhadores nacionais e a subcontratar com empresários locais», adiantou o Executivo timorense.
Fonte: Bissau Digital

Sem comentários: