Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Timor-Leste procura investidores estrangeiros que envolvam micro e pequenas empresas

06/02/12
OJE/Lusa


O ministro da Economia de Timor-Leste, João Gonçalves, disse hoje, na abertura do Fórum sobre o Crescimento Inclusivo, que o país está à procura de investidores estrangeiros com projetos que envolvam as micro e pequenas empresas timorenses.

"Será dada uma particular atenção aos projetos que tenham efeitos de estruturação e spill-over nas micros e pequenas empresas", afirmou o ministro, quando se referia às medidas que estão a ser tomadas pelo governo timorense para melhorar o clima económico e de investimento no país.

A título de exemplo, João Gonçalves explicou que as autoridades timorenses pretendem um projeto na área alimentar que se "constitua como um dinamizador da procura de produtos nacionais e exija quantidade, qualidade e, sobretudo, gestão, estruturação e capacitação dos agentes económicos timorenses".

"Será particularmente bem acolhido e apoiado", frisou.

Para melhorar e facilitar o investimento no país, o governo timorense criou o Banco Nacional do Comércio de Timor-Leste, vocacionado para micro e pequenas empresas, e está a criar o Banco de Investimento e Desenvolvimento, que se destina a apoiar a execução do Plano Estratégico de Desenvolvimento.

O ministro da Economia salientou também que o papel do Estado na economia não é substituir os agentes económicos, mas criar as condições para que estes "possam desempenhar os papéis e as funções para quais foram concebidos".

O objetivo do Fórum, que termina na terça-feira, é estimular o empreendedorismo e o crescimento económico no país.O Fórum pretende também informar sobre as atividades económicas bem sucedidas em Timor-Leste e coordenar os atores do setor público, privado e cooperativo na criação de negócios e oportunidades de trabalho.

06/02/12
OJE/Lusa

Sem comentários: