Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Estudo revela que Díli é considerada a 8ª cidade mais cara da Ásia

07.08.2005 - 17:12 Por Lusa

A capital de Timor-Leste, Díli, foi considerada a 8ª cidade mais cara da Ásia, à frente de Singapura e Pequim, de acordo com um estudo elaborado pela ECA International, uma empresa especializada em recursos humanos.

A lista, que apresenta três cidades japonesas, Tóquio, Yokohama e Kobe, nos lugares cimeiros, cobre 39 cidades asiáticas e foi elaborada a partir de um cabaz composto por 125 bens variados, desde mercearias a aparelhos eléctricos, passando por roupas, serviços e refeições em restaurantes.

Apresentada no passado dia 2, a listagem apresenta Macau como a 5ª cidade mais cara, atrás de Seul, e à frente de Hong Kong, Taipé, Díli, Singapura e Pequim.

O surpreendente oitavo lugar de Díli, capital do país mais pobre do continente asiático e um dos mais pobres do planeta, é explicado pela ECA International como resultante do facto de os bens de consumo existentes serem todos importados para satisfazer a procura dos expatriados que residem no país.

"Para quem pretende seguir um padrão internacional de consumo, o custo de vida em Díli é superior ao de Singapura", destacou Lee Quane, director-geral da ECA International.

A capital do Bangladesh, Dhaka, é considerada a cidade com o custo de vida mais barato, seguindo-se Manila, Cidade de Ho Chi Min, Bangalore (Índia) e Islamabad.

A capital indonésia, Jacarta, figura num modesto 15º lugar.

Sem comentários: