Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

sábado, 3 de maio de 2008

Os países Asia com rendimentos baixos( Low - income countries).

“Os 14 grupos de países com rendimentos baixos são: Afeganistão, Bangladesh, Butão, Camboja, Ilhas Salomão, Kiribati, Laos, Maldivas, Mianmar, Nepal, Samoa, Timor Leste, Tuvalu e Vanatu”.
Entre os 14 países mais pobres da Ásia e do Pacífico, o Afeganistão, Bangladesh, Laos, Camboja, Papua Nova Guine, Vanuato são países que não registrou avanço em nenhum dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio nos últimos anos, segundo minha analise baseado na relatório da Comissão Económica e Social para a Ásia e para o Pacífico. Além de não apresentar desempenho suficiente para cumprir as metas em 2015, os 14 países mais baixo rendimento em Ásia pacifico registra tendência de piora no nível calórico da alimentação diária da população.

De 11 indicadores avaliados — como os relativos a pobreza, educação, saúde e infra-estrutura —, os 14 países mais pobre da Ásia e do pacifico, monitora apenas cinco, e em todos eles registra deterioração ou avanço insuficiente. Nos últimos anos, aumentou a proporção de pessoas com consumo de calorias abaixo do recomendado. As matrículas no ensino básico e a mortalidade infantil entre crianças menores de 5 anos e menores de um ano melhoraram, mas não no ritmo necessário para que o país alcance os Objectivos do Milénio. Todos os outros 13 países analisados apresentam evolução em pelo menos um dos 11 aspectos. É o caso do Timor Leste, que registra evolução em uma meta, ligada à melhoria no acesso à fonte de água tratada. Entre os países mais pobres das duas regiões, Bangladesh foi o destaque, com evolução em cinco dos indicadores seleccionados na minha analise.

De um modo geral, os 14 países menos desenvolvidos da Ásia e do Pacífico avançaram, principalmente em aspectos relacionados à infra-estrutura — como a melhoria no acesso à água tratada e rede de esgoto, além de redução da mortalidade infantil. Por outro lado, segundo o minha analise , esses países continuam a apresentar graves problemas na redução da pobreza e na melhoria na educação.

Os ODM são um conjunto de metas sócio económicas que os países da ONU se comprometeram a atingir até 2015, incluindo áreas como renda, educação, igualdade de género, saúde e meio ambiente. Entre suas metas, a principal delas é a de erradicação de pobreza, que determina que os países devem ter, em 2015, a metade da proporção de pobres em relação a 1990.

Fontes: Banco desenvolvimento Asia

1 comentário:

Deise disse...

adorei este site é muito bem elaborado e o conteudo é excelente parabens!!!
gostaria se possivel que me mandassem noticias novas quando tiver. Abraços