Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

sexta-feira, 23 de maio de 2008

As Reservas Petrolíferas Timorenses são a chave da propriedade e independência do pais

SIM, Petróleo e gás um dos maiores determinantes do futuro económico do país será a forma como utilizar as receitas do petróleo e do gás. Quando Timor Leste votou a favor da independência, e os líderes timorenses renegociaram com a Austrália o tratado de exploração das reservas do “ Mar de Timor ”. Este acordo é muito mais favorável que o anterior, uma vez que Timor Leste reterá agora 90% das receitas fiscais da produção da Área de Desenvolvimento Conjunta de Petróleo. Ao longo das duas décadas posteriores a 2004, espera-se que as receitas do gás e do petróleo. As receitas petrolíferas e os esquemas de poupança de Timor-Leste irão garantir o futuro económico do país.
Manutenção dos esquemas de gestão das receitas petrolíferas Estes esquemas constituem a base para a boa governação das receitas petrolíferas. Poupar para o futuro é importante, já que as reservas petrolíferas não vão durar para sempre. Ao mesmo tempo é necessário um gasto efectivo a partir destas receitas para desenvolver e fazer crescer a economia não petrolífera, prestar serviços e reduzir a pobreza”
Os esquemas de poupança permitem o uso suficiente e sustentável de fundos a cada ano para financiar o orçamento do estado, porém até à data o Governo tem tido dificuldades para gastar o orçamento anual. As receitas petrolíferas de Timor-Leste eram de USD 1.2 mil milhões em 31 de Março de 2007, estando a aumentar na ordem dos USD 100 milhões /mês desde Janeiro de 2007. Embora forneçam recursos para o desenvolvimento do país, as receitas petrolíferas também colocam desafios económicos e à governação. A experiência internacional mostra que os países ricos em recursos naturais registam muitas vezes mais desperdício e corrupção do que outros países. A fim de evitar esta “maldição dos recursos”, Timor-Leste adoptou esquemas para a boa gestão das riquezas petrolíferas, em benefício das gerações actuais e futuras.

Fonte:Resumo Relatório de Banco Mundial.

Sem comentários: