Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Petrolífera timorense, Timor Gap, primeira organização com certificações internacionais ISO

Timor Gap
A petrolífera timorense, Timor Gap, tornou-se a primeira organização do país a conseguir certificação nos três padrões da Organização Internacional para Padronização (ISSO) nas áreas de qualidade, saúde, segurança e ambiente.

A certificação nas quatro áreas, conhecida pela sigla inglesa QHSE, pretende comprovar a gestão empresarial responsável das empresas e parte do princípio que os acidentes de trabalho são provocados por erros humanos.

Na prática, a certificação QHSE abrange áreas como a promoção do bem-estar e qualidade de vida dos profissionais, a criação de um ambiente de trabalho seguro saúde, proporcionar formação continua, proteger o meio ambiente e otimizar a utilização dos recursos naturais.

Rony da Costa, diretor de QHSE da Timor Gap, explicou à Lusa que a certificação conclui um processo que durou cerca de um ano em que os cerca de 100 funcionários da petrolífera foram preparados.

"É um passo muito importante que afeta todos os sistemas e a forma como a Timor Gap vai trabalhar a partir de agora", disse.

Costa sublinhou que esta certificação é particularmente importante dado o risco inerente ao setor de petróleo e gás, e que permite que a Timor Gap passe a funcionar com um sistema integrado de gestão.

"É um sistema que aplicamos na gestão de todos os projetos", disse, dando como exemplo o grande projeto do desenvolvimento do sul de Timor, Tasi Mane, na área do petróleo e gás natural.

Algo significativo por ser conduzido por timorenses - 98% dos funcionários da Timor Gap são timorenses - e que ajuda a credibilizar a petrolífera timorense junto de investidores internacionais.

A certificação foi fornecida pela empresa DNV GL, empresa que opera em mais de 100 países e com mais de 16 mil profissionais dedicados a fornecer serviços de classificação, certificação, verificação e formação.

A cerimónia de certificação decorre na quinta-feira em Díli com a presença do presidente da Timor Gap, Francisco Monteiro e do primeiro-ministro Rui Maria de Araújo.

ASP // JPS

Lusa/Fim

Sem comentários: