Horizontal List

PM Rui Araujo
Investir no futuro de Timor-Leste
FUTURO
Timor-Leste acolheu a mais recente reunião trilateral da plataforma para o Desenvolvimento Económico Sub-Regional Integrado entre Timor-Leste, Indonésia e Austrália

Ai-han Timor Nian
Ramos-Horta
"Tantangan Timor Leste Makin Berat"
ECONOMIA
"..fo-hanoin ba ukun nain sira nebe tinan tinan truka hela deit ministrus, atu hare ba povu nia moris nebe "kuaze 50%" povu sei moris iha linha pobreza nia laran..."
Australia-Timor Leste
Notre Dame students experience the world and help those in need in Timor-Leste
Empresários - Timor Telecom
Empresários timorenses e fundo das Fiji na corrida pela Timor Telecom
Timor-Leste - BAII
Timor-Leste inicia processo de adesão ao Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas
Timor-Leste - Maluku
Maluku kaji kerja sama dengan Timor Leste

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Fundo Petrolífero de Timor-Leste rende 1, 62% no 3.º Trimestre

O valor do Fundo Petrolífero de Timor-Leste rendeu 1,62% no terceiro trimestre, sendo o valor actual de 6.603,63 milhões de dólares (4,8 mil milhões de euros), anunciou a Autoridade Bancária e de Pagamentos (ABP) no seu site.

Segundo o relatório, anunciado no dia 10, as entradas brutas de capital durante o trimestre foram de 376,72 milhões de USD, consistindo de 222,73 milhões de impostos pagos ao Fundo e 153,99 milhões de royalties (pagamento de direitos de utilização da área explorada) pagos à Autoridade Nacional do Petróleo.

O rendimento do investimento do Fundo foi de 103,66 milhões de USD, dos quais a componente de cupões e de juros recebidos foram de 53,27 milhões e a alteração do valor de mercado dos títulos foi de 50,39 milhões de USD, de que resultou um retorno trimestral para a carteira de títulos de investimento de 1,62%.

A Lei do Fundo Petrolífero especifica que a ABP, como banco central de Timor-Leste, é o agente responsável pela gestão operacional do Fundo, sendo o Ministério das Finanças o responsável pela definição da estratégia global de investimentos do Fundo.

O balanço de encerramento foi de 6,603.63 milhões de dólares americanos.

O presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, anunciou no passado domingo a disponibilidade do seu país em comprar títulos da dívida pública portuguesa, à luz da diversificação de investimentos do Fundo do Petróleo timorense, que tem mais de 6.600 milhões de dólares (4,85 mil milhões de euros).

Diário Digital / Lusa

Sem comentários: